Focos de incêndio acima do normal geram relatório ao INPE e preocupação de ambientalistas